A radioterapia é um tratamento utilizado para tratar vários tipos de câncer, isoladamente ou em conjunto com outros tipos de procedimentos. Ela também pode ser usada em casos de prevenção ou recidiva do tumor, tratamentos paliativos, quando não é possível eliminar totalmente o problema, para tratar as células cancerígenas remanescentes e, também, em combinação com o tratamento quimioterápico.

 

Como funciona a radioterapia

 

A radioterapia utiliza o uso de feixes de radiação ionizantes a um volume de tecido tumoral, tendo como objetivo destruir todas as células doentes, impedindo a sua reprodução. O número de aplicações podem variar de acordo com o grau e localização do tumor, também levando em conta os resultados dos exames e o estado de saúde do paciente.

 

Através de exames de imagens, é delimitado a área a ser tratada, marcando a pele do paciente com tinta vermelha. Alguns médicos podem utilizar um molde de plástico para que a radiação atinja somente a região marcada. Para isso, o paciente se mantém na mesma posição durante toda a aplicação.

 

A radioterapia pode ser feita de duas formas:

 

- Braquiterapia: quando aplicadores são colocados pelo médico em contato com o local a ser feita a radiação, onde serão emitidas do aparelho para os aplicadores. Esse procedimento é feito no ambulatório, podendo ser necessário o uso de anestesia.

 

- Teleterapia: é quando a radiação é emitida por um aparelho que fica afastado do paciente, sendo direcionado ao local a ser tratado. As aplicações são feitas diariamente, com o paciente deitado. 


Benefícios da radioterapia

 

O procedimento promete um resultado que costuma ser bastante positivo. O tumor, geralmente, pode desaparecer e a doença ficar controlada ou, até mesmo, curada.

 

Em casos onde não é possível obter a cura total, a radioterapia pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida do paciente. As aplicações podem diminuir o tamanho do tumor, aliviando a pressão, reduzindo hemorragias, dores e outros possíveis sintomas.

 

Quando usada em conjunto com a quimioterapia, pode trazer ainda mais eficácia ao tratamento. Enquanto a quimioterapia atua no organismo todo, a radioterapia combate uma região específica, tornando possível a destruição das células afetadas. 


Efeitos colaterais do procedimento

 

Os efeitos colaterais da radioterapia dependem tanto da dose do tratamento, como da parte do corpo tratada e a extensão da área irradiada. Além disso, o tipo de aparelho utilizado também pode influenciar, incluindo os cuidados do paciente durante o tratamento.

 

Após a terceira semana de aplicação, é possível que o paciente sinta alguns sintomas que desaparecem poucas semanas depois de terminado o tratamento, podendo durar mais tempo. Alguns desses efeitos indesejáveis são:

 

- Perda de apetite;

- Dificuldade em ingerir alimentos;

- Cansaço;

- Coceira na área onde foi recebido a radiação;

- Pele escamosa, seca e irritada;

- Em alguns casos podem aparecer assaduras, bolhas e secreções na pele;

- Febre.

 

Em caso de aparição de qualquer um desses sintomas, o médico deverá ser informado durante as sessões. 

 

Cuidados a serem tomados durante o tratamento

 

Os cuidados a serem tomados durante o tratamento depende de vários fatores. As orientações serão dadas pelo médico responsável pelo procedimento. Geralmente, algumas das recomendações são:

 

- Cuidados com a pele: lavá-la sempre com o sabão indicado pelo médico e água morna; não aplicar cosméticos sobre a área da radiação sem a recomendação da equipe médica; não utilizar compressas frias ou quentes sobre a pele; proteger a pele dos raios solares, não expondo a luz do sol; não retirar as marcas de tinta e não retoca-las, caso seja apagada.

 

- Repouso: O cansaço durante o tratamento é bastante comum, por isso, é importante que o paciente entenda seus limites e respeite, estabelecendo horários de descanso para repor as energias.

 

- Cabeça e pescoço: Nos tratamentos na região da cabeça e do pescoço, a boca do paciente deverá receber maior atenção. O paciente deve evitar o uso de cigarros, bebidas alcoólicas, lanches açucarados, alimentos condimentados ou crocantes, além de manter uma higiene cuidadosa.  



Nós da Próstata Brasília utilizamos equipamentos de ponta, oferecendo ao paciente qualidade em nossos serviços. Somos referência em tratamentos urológicos em Brasília. Marque agora mesmo a sua consulta e tire todas as suas dúvidas sobre a radioterapia, um dos melhores procedimentos para o tratamento do câncer.